quarta-feira, 20 de julho de 2016

Livro: Transmissão Intergeracional da Violência

Transmissão Intergeracional da Violência

Num trabalho dirigido a técnicos, académicos e à comunidade em geral, a autora apresenta um estudo de terreno, que revela que assistir a atos violentos no contexto familiar aumenta a probabilidade dos jovens se tornarem vítimas ou agressores nas relações de namoro juvenis.

O livro, é o resultado de um processo de doutoramento que contou com aproximadamente 1500 jovens, dos 15 aos 20 anos, de 26 concelhos e 57 escolas secundárias e profissionais. Cerca de metade dos jovens admitem que já estiveram expostos a alguns comportamentos violentos no seio do agregado familiar. Uma violência que tende a ser replicada nos relacionamentos juvenis.

A autora, pretende sensibilizar a família, os profissionais e a comunidade para estarem atentos aos sinais e comportamentos dos jovens, pois ao desvalorizarem a violência ocorrida nos seus relacionamentos contribuem para a sua perpetuação. Torna-se, assim, importante quebrar com o ciclo da violência, o que pressupõe uma mudança cultural por parte de todos os envolvidos. Aqui o papel preventivo assume grande destaque, pois reconhece-se ser mais vantajoso prevenir do que remediar o dano.


Neste livro, o/a leitor/a poderá encontrar uma temática que tem vindo a ser estudada internacionalmente, mas só agora se conhecem dados nacionais que atribuem visibilidade ao fenómeno e que justifiquem a necessidade de rever algumas políticas sociais existentes, e a implementação de novas dirigidas ao fenómeno da transmissão intergeracional da violência.

Oliveira, M.S. 2015. Transmissão Intergeracional da Violência. Lisboa: Chiado editora

Sem comentários:

Enviar um comentário